As vestes da Mulher Virtuosa ( P.1)

Não há absolutamente nada de errado quando a mulher se maquia, arruma o cabelo com adereços, corta pinta, enfim, faz tudo o que acredita ser o melhor para ter uma aparência bonita. Aliás, é dever de toda mulher, especialmente se ela é de Deus, procurar ter a melhor aparência possível, para se apresentar na igreja ou em qualquer outro lugar. Isto, entanto, não deve exceder os limites para que não se vista e se maquie de tal forma que atraia a atenção de todos. Todo zelo que tiver com o seu exterior deve ser observado com máxima discrição e simplicidade. As vestimentas sensuais e eróticas são condenáveis a Palavra de Deus, uma vez que excedem o bom sensor, além de fazerem transparecer o caráter totalmente inverso ao de Deus.
As mulheres que deixam extravasar sua sensualidade, quer atravéz do seu comportamento, quer por suas vestimentas, agem dessa forma porque têm um espírito demoníaco, chamado pomba-gira. Por acaso não procedem assim às prostitutas, quando querem atrair clientes? Quando a mulher é virtuosa ela é também sábia. Na sua sabedoria, preocupa-se com a sua aparência interior, porque essa naturalmente irá se refletir no seu exterior. Ela cuida, acima de tudo, do seu coração e guarda a sua língua de “jogar conversa fora”, manifestando assim discrição. Quando fala nunca deixa transparecer o desejo de sua voz venha encobrir a dos demais. Quando o coração dela está cheio de presença de Deus, então ele se alegra, e a sua alegria faz embelezar o rosto: “O coração aformoseia o rosto, mas com a tristeza do coração o espírito se abate.” (Provérbios 15.13).
O temor a Deus
O temor a Deus constitui a base do caráter genuinamente cristão. As Sagradas Escrituras afirmam: “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.” (Provérbios 31.30). Todas as demais virtudes, não apenas de mulher mês também do homem de Deus, estão assentadas sobre essa pedra: o temor a Deus, que tem sido confundido por muitas pessoas com a fé. È possível ter fé sem temor a Deus, e isto tem acontecido com muita freqüência nestes últimos tempos. Não são poucos os que têm manifestado uma grande fé em Deus e, no entanto, o testemunho de suas vidas é totalmente diferente daquilo em que têm acreditado.
Para este tipo de gente, a pregação da Palavra de Deus é fácil. Falar da salvação e do amor do Senhor Jesus também é muito simples, afinal de contas, quantos artistas têm interpretado o amor de Deus e vivido em um verdadeiro inferno? Assim também são muitos “pregadores profissionais”, os quais apresentam uma grande fé diante do público, mas, na vida pessoal, não há um mínimo de temor para com Deus, pois praticam justamente o oposto do que pregam. O Senhor Jesus disse que não são os ouvintes da Palavra que são salvos, mas os praticantes dela. Somente praticam a Palavra de Deus aqueles que verdadeiramente têm temor no coração para com Ele. A mulher que teme a Deus é sábia e, portanto, edifica a sua casa.
 

 Continua....

Primeira parte do cap. 4 - Livro Perfil da Mulher de Deus ... não perca a continuação nos próximos posts!


1 comentários:

Thalita disse...

A mulher der Deus se veste de forma discreta .. comportada e nunca de forma extravagante, exagerada e como a senhora disse no início do texto que não é errado se arrumar bem, o nosso corpo é templo do Espírito Santo, e por isso temos sim que nos arrumar, andarmos limpas, pois o Espírito de Deus jamais habitaria em um corpo imundo, só que temos que saber até que ponto vamos, pois o Espírito de Deus jamais habitaria também em um corpo extravagante, temos que ter em mente que para nós mulheres de Deus, tudo nos é lícito, mas nem tudo nos convém.

Na Fé :]