A constituição da Família (P.3)- O marido dos sonhos

-->
Quando a mulher é de Deus, ela se casa com um homem também de Deus. Isto porque ela sonha em servir como instrumento do Espírito Santo, para dar à luz filhos de Deus. Isto significa que se está vocacionada para servir ao Senhor no altar, precisa buscar em Deus um companheiro que também queira servi-Lo no altar. Se tem a chamada para servir a Deus, jamais deve se comprometer com alguém que não tem o mesmo propósito. Do contrário seu talento será sepultado. Sendo de Deus, por isso mesmo é prudente esperar que o Senhor venha  fazer com ela como fez com Rebeca, que não estava nem um pouco preocupada com o seu coração, e nem mesmo ansiosa com isto. Sua preocupação era preservar seu virgindade e pureza para alguém que Deus iria lhe mostrar. De fato o Senhor a encaminhou até Isaque. A Palavra de Deus diz: “A casa e os bens vêm como herança dos pais; mas do Senhor, a esposa prudente.” (Provérbios 18.22).A verdade é que Deus tem preparado para cada mulher prudente um servo fiel, e para cada servo fiel uma esposa prudente. Ele só espera que cada um deixe de lado a ansiedade de se casar e permaneça em Sua Santa presença, pois ninguém tem mais interesse em nos fazer felizes do que Ele mesmo: Também está escrito: “O que acha uma esposa acha o bem e alcançou e benevolência do Senhor.” (Provérbios 18.22). Muitos jovens cristãos cometem um grave erro ao se casarem com pessoas que pertencem a outra denominação. Embora a fé cristã seja uma só, o “vinho” que é servido em uma determinada igreja costuma ser diferente do servido em outra. Esta diferença de “vinhos” tem criado problemas entre muitos jovens casados, causando até separações. Imaginemos, por exemplo, a pessoa que tem o costume de dar ouvidos às profecias se casar com outra que nelas não acredita. Ou então alguém que tem “caído pelo poder de Deus” se casar com alguém da Igreja Universal, qua não aceita doutrina deste tipo. Se o casal leva a vida cristã a sério, veja que complicação! O ideal é que a jovem se case com um rapaz da mesma igreja.


 Continua...

 Terceira  Parte do cap. 5  - Livro Perfil da Mulher de Deus ... não perca a continuação  do livro nos próximos posts! Falta pouco para o término do livro, lembre-se são 09 capítulos! Não perca!

3 comentários:

princesas-de-deus disse...

Me casei com um rapaz de outra denominação, e graças a Deus não tivemos este problema de diferenças doutrinárias. Apesar de eu ter sido de igreja com usos e costumes e ele de igreja que não observa esse tipo de coisa, nossa convivência é pacífica.
Achamos por bem congregar juntos em uma só denominação, para não nos vermos afastados por causa disso. E graças a Deus tudo vai bem.
Já existem casais que não conseguem ter um acordo tão pacífico assim: a esposa critica a igreja do marido e ele a dela, tentando mostrar que a sua é melhor.

Rose disse...

Olá amiga!
Obrigada por compartilhar sua experiência.
Deus abençoe
Beijinhos com carinho !

disse...

Bom, acho o conselho muito bom para que escolham pessoas que servem a Cristo, e que seguem a mesma denominação. Assim evita muitos males. Adorei seu blog. Paz seja contigo. bjss